quarta-feira, 11 de novembro de 2015

ACONTECEU - Padre é intimado após queixa de morador

Um fato registrado nesta segunda-feira 09/11, repercutiu nas redes sociais, após a veiculação de uma matéria produzida pelo Repórter Berimbau, sobre a intimação do Padre Paulo da Paróquia Imaculada Conceição ter sido intimado para comparecer no destacamento da Polícia Militar, para ser ouvido pela Polícia Civil. Segundo as informações, um morador do Jardim Belo Horizonte teria sido quem registrou a situação, alegando que sua casa e uma oficina que funciona na área de serviço, foram danificadas, principalmente a cobertura, com o temporal que aconteceu no mês de setembro. 
"Não foi o Temporal que destruiu parte do telhado da minha casa, mas sim a cobertura da Capela Santos Anjos que arrancou e caiu em cima da minha residência. A obra é nova e com certeza foi feita de forma irregular, porque aquele telhado não poderia ter saído daquele jeito. Pode observar que nas proximidades não houve outro destelhamento, somente aquele", disse o denunciante, que também reclamou de equipes de reportagem que estiveram na cidade, alegando que elas não foram filmar sua residência para destacar o fato. 

O padre disse, que o homem o procurou na Igreja, querendo que ele, pagasse pelo prejuízo, e que sua atitude foi dizer que no Dinheiro da Igreja não é o Padre que manda ou decide, qualquer ato depende da equipe de economia e finança e dos fiéis. Ainda segundo a Igreja Católica, o que aconteceu foi um fenômeno da natureza com danos localizados; como por exemplo foi o caso da quadra da Escola Júlia Begali, que ficou com a estrutura retorcida, no entanto, edificações ao lado nada sofreram. A Igreja cita outros pontos na cidade onde houve danos em imóveis de forma isolada. De qualquer forma, o caso agora será questão de Justiça. 

"A Igreja será sempre justa, e jamais vamos fugir a nossa responsabilidade; mas precisamos ressaltar que pagar algo que não cabe a nós, também é uma forma de ser injusto com os fiéis que contribuem para as obras da Igreja. Mas como agora a Justiça vai analisar, ela dirá se teremos ou não que indenizar o morador", finalizou o Padre em entrevista. Após o destaque da situação, diversas pessoas da comunidade, postaram mensagens, de manifestações de apoio ao padre, pelo fato registrado.

Siga nossa página no Facebook

BORRAZÓPOLIS ONLINE - Todos os direitos reservados. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.