quarta-feira, 8 de julho de 2015

ROUBO EM KALORÉ - Dois acusados são presos


Uma verdadeira “caçada aos bandidos” que foi realizada pela Polícia Militar de Borrazópolis, no comando do Sargento Gilmar Soares, Rotam de Ivaiporã, no comando do Péricles, e ainda com apoio da P2 (Serviço de inteligência da Polícia Militar) da Sexta Cia de Ivaiporã, que culminou com a prisão, por volta das 21:30 horas de noite de terça-feira, 07 julho, de dois acusados do assalto ousado contra a Cooperativa de Crédito Sicredi e Correios de Kaloré praticados na segunda-feira, 05 de julho, de 2015. Um dos presos, participou diretamente do crime é um jovem de nome Lucas Willian dos Santos, 20 anos; morador de Curitiba que tem um mandado de prisão por homicídio; ele estava na casa de Marcelino Reis da Silva, o conhecido “Cocão”, de 37 anos, um pedreiro de Borrazópolis, que morava em Curitiba e chegou há pouco tempo na cidade para morar na Vila Verde, e já chegou a ser preso por tráfico de drogas. A casa dele passou a ser monitorada após denúncias. Na hora da prisão, "Cocão" confessou que tudo começou quando um primo seu de nome Igor, veio de Curitiba com os demais meliantes, seriam 4 pessoas em um celta vermelho com placas da Capital e um Gol preto roubado em Ortigueira com mais três meliantes. Lucas que estava com 15 mil reais, sacola com roupas sujas, e com três HTs na frequência da Polícia, afirmou que os ocupantes do gol eram: Ele, “Nego” e Dingo ou Binho; também confirmou a informação que havia uma arma longa. “Os outros estão no mato, eu acabei de chegar aqui, pedi para tomar um banho, e logo em seguida a Rotam já bateu na porta e me prendeu” disse Lucas ao Repórter Berimbau, quando era preso. “Cocão” que afirmou que estava acolhendo o primo Igor, mas não sabia que a ação era um roubo, e Lucas, foram levados para a Delegacia de Faxinal, e aos cuidados da Polícia Civil (Doutor Antônio Silvio Cardoso, Nisnick e Mello e investigadores) , divulgou mais detalhes da ação praticada em Kaloré e Borrazópolis.

Desde a tarde de terça-feira, havia uma busca incansável da PM no Bairro Rural Fogueira, Café do Norte, região do Bairro Araújo, e fundos da Vila Lourdes, onde foi o caminho percorrido pelos bandidos, e conforme iam avançado sentido a cidade, era denunciados por populares e visualizado pela Polícia que tentava prender todos. Vale ressaltar que a prisão era um ponto de honra para a PM e através de alguns objetos apreendidos, pode se comprovar a participação deles em outro assalto que foi praticado em Kaloré, há cerca de 60 dias, eles fizeram reféns no Sicredi e saíram pela cidade disparando tiros e desafiando as autoridades. [ Berimbau ]
EM BREVE MAIS INFORMAÇÕES

Siga nossa página no Facebook

BORRAZÓPOLIS ONLINE - Todos os direitos reservados. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.