quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

CASO ELAINE - Presos juraram estupradores de morte na cadeia de Apucarana após rirem do caso

Horas depois de serem apresentados para a Imprensa de Apucarana nesta terça-feira (10) e serem réus confessos do estupro seguido de morte contra a adolescente Elaine Cassyane dos Santos, de 13 anos, morta na última quinta-feira (05) na cidade de Cambira no Sítio Nossa Senhora Aparecida na Estrada Riveline, KM zero, os dois menores de 17 anos foram jurados de morte por parte dos presos do cadeião de Apucarana.

Desta forma a Justiça de Apucarana tenta o mais rápido possível a transferência dos estupradores para um Cense em Curitiba. A promotoria de Apucarana recebeu a visita dos dois elementos nesta terça-feira (10).

Eles permanecem na ala do seguro em celas separadas e a Polícia monitora os marginais para que os mesmos não cometam suicídios. O crime gerou forte comoção na cidade de Cambira e de Apucarana.

Os dois menores têm a mesma idade, o mesmo nome e moram na mesma Rua em Cambira. Um dos estupradores irá completar 18 anos no mês que vem. Depois de falarem com a Imprensa de Apucarana um dos elementos deu risada do caso e disse que voltaria para as Ruas.

A vítima morta pelo estupro coletivo no dia (05) morreu por forte hemorragia, causada pelas lesões praticadas pelos estupradores que a levaram para a cena do crime sob ameaça constante de uma faca.

A garota era enteada de um pastor que horas antes do crime, estava rezando em uma residência na cidade de Cambira, segundo as informações passadas pela Delegada Iane Cardoso que cuida do caso que já foi elucidado a princípio, mas pode ter a participação de mais um elemento que seria de maior. [ AN Notícias ]

Curta nossa Fanpage!

BORRAZÓPOLIS ONLINE™ 2015 - Todos os direitos reservados. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.