quarta-feira, 9 de julho de 2014

COPA DO MUNDO - Brasil sofre goleada histórica de 7 a 1 da Alemanha

Foi uma humilhação. O Brasil levou sete gols da Alemanha, cinco deles nos primeiros 30 minutos de jogo no Mineirão, em Belo Horizonte. A seleção de Luiz Felipe Scolari desapareceu em campo e assistiu à maior goleada que o Brasil sofreu na história das Copas.

Logo aos 10 minutos, Toni Kroos cobrou escanteio e Thomas Müller marcou o primeiro. Os quatro seguintes vieram em apenas seis minutos. O atacante Miroslav Klose fez um gol de rebote, o seu 16º em Copas e tornou-se o maior artilheiro de todos os tempos no torneio, batendo Ronaldo Fenômeno. O meio-campo Kroos conseguiu fazer dois em um intervalo curtíssimo, pouco mais de um minuto. Khedira finalizou o quinto, depois de roubar a bola no meio do campo e fazer tabela com Özil. A bola foi no canto direito do goleiro Júlio Cesar.

Quando os brasileiros achavam que a derrota já estava vergonhosa demais, no segundo tempo, o atacante Schürrle recebeu passe de Lahm e completou para a rede. Seis gols. E depois sete, de novo marcado por Schürrle.

Para não ficar tão feio, Oscar conseguiu fazer um gol para o Brasil aos 45 minutos. Placar de 7 a 1 na semifinal.

Agora resta à seleção disputar o terceiro lugar. Será a quarta vez que o país busca essa colocação em uma Copa. No próximo sábado (12), enfrentará o perdedor de Argentina e Holanda, no Mané Garrincha, às 17h (de Brasília). O adversário do Brasil será definido nesta quarta-feira (9).

Antes mesmo do intervalo, torcedores começaram a deixar a Fan Fest, em São Paulo. O local, que tem capacidade para 30 mil pessoas, estava lotado no começo da partida. Melancólicos, os torcedores aplaudiram o sexto gol alemão. A mesma coisa aconteceu no Alzirão, na Tijuca, Zona Norte do Rio. Em Copacabana, torcedores relataram brigas e tentativas de arrastões.

Até no Mineirão, torcedores decidiram ir embora mais cedo. O clima ficou pesado. Quem resistiu até o final chorou, sofreu, mas aplaudiu e fez coro de "olé" para a Alemanha. Aos 35 minutos do segundo tempo, os torcedores alemães ouviram (em alemão e em inglês) a orientação para permanecer no lugar após o apito final. A saída deles foi escoltada pela Tropa de Choque e por seguranças da Fifa. A medida foi tomada para evitar possíveis acessos de revolta de brasileiros contra os rivais.

Torcedores de todo o país lamentaram o resultado. "Perder, tudo bem, mas tem que ser com alguma honra. Muito decepcionante. Agora quero que o Brasil enfrente a Argentina na disputa pelo terceiro lugar, e ganhe, claro", disse a alagoana Ana Lúcia Flores, 37 anos, professora de educação física.

'Sou o responsável'
Luiz Felipe Scolari chamou para si a responsabilidade pela derrota histórica. "Quem é o responsável pelas escolhas? Sou eu. A responsabilidade pelo resultado catastrófico é minha. Eu fui o responsável", disse em entrevista coletiva após o jogo.

Felipão admite que o time se perdeu completamente após sofrer o primeiro gol, logo no início da partida. "Posso dizer que deu uma pane depois do primeiro gol. E com a qualidade dessa equipe [da Alemanha], eles aproveitaram de uma forma que não tivemos condições de reagir. Peço desculpas pelo resultado negativo, porque não conseguimos chegar na final. Vamos continuar trabalhando e honrando a nossa equipe, jogando pelo terceiro lugar. E quero agradecer a todos de forma categórica, que mesmo perdendo de cinco a torcida seguiu apoiado o time", afirmou o técnico.

David Luiz: 'Desculpa'
Em entrevista no final da partida, o capitão David Luiz disse que "só queria dar uma alegria para o povo". "Infelizmente não conseguimos. Desculpa todo mundo, desculpa todos os brasileiros. Só queria ver o meu povo sorrindo."






As piadas não param
Tão sem limites quanto o ataque alemão são as brincadeiras na internet. "Nem a Volkswagen faz tantos gols em tão pouco tempo", disse um usuário. "Os donos do PSG estão querendo devolver o David Luiz", disse outra.


(Foto: Reprodução/Twitter)


(Foto: Reprodução/Instagram)

Explicado!
Uma foto pode ajudar a entender o vexame que o Brasil sofreu.


Sim, é ele. O cantor Mick Jagger, famoso por ser pé-frio, esteve no Mineirão nesta terça e viu de perto a derrota para a Alemanha, ao lado do filho brasileiro Lucas.

Gol de muletas
Mesmo machucado, Neymar continuou a fazer gols, e de muleta. Pelo menos no mundo virtual. No jogo "Neymar Can Play", criado para a web, o jogador deve controlar Neymar em campo de muletas e tendo que fazer gols contra a Argentina. Em alguns momentos, aparece Messi servindo de barreira para atrapalhar os ataques do brasileiro. Já está com saudades do craque em campo? Então clique aqui para jogar.



Antes da derrota desta terça-feira (8), Neymar agradeceu o apoio dos brasileiros e disse que queria estar na final no Maracanã. Em casa, se recuperando da fratura na terceira vértebra da coluna, ele gravou um vídeo de agradecimento:



Máfia dos ingressos
A Polícia Civil vai pedir à Justiça do Rio a prisão preventiva de 12 envolvidos no esquema internacional de venda ilegal de ingressos da Copa do Mundo, entre eles, o CEO (diretor executivo) da Match Services, Raymond Whelan (no centro da foto abaixo). Preso na segunda-feira (7), por suspeita de fornecer bilhetes para a quadrilha, ele foi solto na madrugada desta terça-feira (8) graças a um habeas corpus concedido pelo Tribunal de Justiça do Rio (TJ-RJ).

(Foto: Marcos de Paula/Estadão Conteúdo)

A máfia de ingressos foi revelada após operação policial batizada de Jules Rimet. Segundo as investigações, a quadrilha tinha como um dos cabeças o argelino Mohamed Lamíne Fofana e tinha como facilitador o britânico Raymond Whelan. Quando o diretor da Match foi preso, a polícia encontrou com ele mais de 80 ingressos. Três empresas de turismo no Rio, interditadas pela polícia, recebiam bilhetes VIPs e vendiam acima do preço. Uma entrada para a final da Copa no Maracanã chegava a custar R$ 35 mil, e a quadrilha faturava mais de R$ 1 milhão por jogo. Entenda como funcionava o esquema

O delegado Fábio Barucke, da 18ª Delegacia de Polícia (Praça da Bandeira), que comanda a investigação da Polícia Civil do Rio sobre o caso, informou hoje que escutas telefônicas provam que Whelan tinha ciência de que estava passando os ingressos para um dos maiores cambistas do país. "Nas escutas que foram interceptadas, aparece o Fofana dizendo para o Raymond que estava comprando ingressos para os clientes dele. O Raymond dizia para ele passar o CPF deles que já iria emitir no CPF deles", afirmou Barucke.

A Match Services detém direitos exclusivos sobre a venda de ingressos da Fifa. Além da investigação policial, a empresa é alvo de um inquérito do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), por suspeita de venda casada e preço abusivo em serviços de hospedagem nas 12 cidades-sede do Mundial.

Eles bombaram na web
O empresário paranaense Rafael Gambarim, de 30 anos, que quebrou uma TV durante os pênaltis na partida entre Brasil e Chile, no dia 28 de junho, nem precisou pagar pelo prejuízo. O fato de ter virado hit na internet com um vídeo mostrando o momento da empolgação garantiu a ele três TVs de 50 polegadas e um projetor de duas redes varejistas e fabricantes. Ficou com uma delas e deu as outras para parentes.

(Foto: Rafael Gambarim/Arquivo Pessoal)

Ele não é o único a ter ficado famoso durante o Mundial, que teve tráfego de dados recorde entre todos os eventos do tipo já realizados. Aparecem na lista de hits um menino que pediu abraço a Cristiano Ronaldo, as críticas de um comediante à Copa, o "rolezinho" de torcedores de Gana em um shopping de Natal, e até um filme que mostra um rapaz que teria soltado um "pum" em frente à atriz Bruna Marquezine, namorada de Neymar. Veja os vídeos

Barrados na Copa
Desde o início da Copa do Mundo, a Polícia Federal impediu a entrada de 267 estrangeiros, entre eles integrantes de torcidas violentas, investigados por crimes no exterior e nomes que constam na lista de suspeitos de pedofilia. Os barrados nos aeroportos são procedentes de 26 países, segundo levantamento da PF com dados computados até esta segunda-feira (7).

[ Globo Esporte ]

Siga nossa página no Facebook

BORRAZÓPOLIS ONLINE - Todos os direitos reservados. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.