segunda-feira, 7 de abril de 2014

HOBBY - Jovem gasta R$ 1 mil em figurinhas e completa álbum da Copa em 8 horas

Um estudante de educação física de Praia Grande, no litoral de São Paulo, levou apenas oito horas para completar o recém-lançado álbum de figurinhas da Copa do Mundo de 2014. A façanha foi realizada no dia 30 de março, antes até do lançamento oficial, quando o universitário ganhou o álbum como cortesia em uma banca de jornais da cidade.
Os álbuns de futebol fazem parte da vida de Lucas Antonio Rodrigues desde 2006, quando ele colecionou figurinhas pela primeira vez. “Eu colecionava com o meu padrasto, mas era pequeno e não prestava tanta atenção”, afirma o estudante sobre o álbum da Copa lançado naquele ano.

A paixão pelo hobby começou de verdade em 2010. Outro álbum comemorativo foi lançado por causa do Mundial, e o universitário colecionou, desta vez por conta própria. Além disso, descobriu que a brincadeira poderia ser rentável. “Comprei sozinho o álbum e as figurinhas, e notei que vieram várias repetidas. Aí decidi vender e fiz várias coisas com o dinheiro”, lembra o estudante, que ficava em uma banca no bairro do Gonzaga, em Santos, comercializando suas figurinhas.

Lucas guardou uma parte da quantia para comprar o álbum e as figurinhas deste ano, outra parte para ajudar nas mensalidades do curso superior, e a terceira parte foi usada para comprar uma calopsita, um pássaro que o estudante queria muito. Mas, ele não esperava que o álbum deste ano viesse como cortesia para as suas mãos. “Uma remessa de cortesia chegou a algumas bancas e livrarias da Baixada Santista. Eu recebi um quando comprei as figurinhas, antes de começarem as vendas”, conta o estudante. O álbum começou a ser vendido na semana passada.
Página completa do Brasil no álbum da Copa do Mundo (Foto: Jéssica Bitencourt / G1)Página completa do Brasil no álbum da Copa
(Foto: Jéssica Bitencourt / G1)
De primeira, o estudante pediu mil pacotes, que equivalem a 5 mil figurinhas. Ele gastou R$ 1.000 na compra, e ficou das 17h à 1h abrindo os pacotes e separando as repetidas, para organizá-las em uma caixa e repetir o sucesso das vendas de 2010. Quando o trabalho foi concluído, ele voltou para a banca santista, onde faz seu plantão de vendas. “Eu e o dono da banca fizemos um acordo. Ajudo nas vendas, se ele precisar, e troco as figurinhas de alguns clientes que precisam. Em troca, ele me deixa vender as minhas”, explica.
As vendas acontecem nos sistemas três por uma, para figurinhas normais, e duas por uma, para figurinhas brilhantes. O colecionador ainda pode escolher qual figurinha quer comprar ou trocar. Lucas está na banca todos os dias, mas aos fins de semana fica por mais tempo. Para encontrá-lo, é só comparecer ao local, que fica na Avenida Ana Costa.
O estudante ainda não sabe o que vai fazer com o dinheiro das vendas deste ano, mas quer comprar a edição de capa dura do álbum. “É igual por dentro, mas a capa dura facilita na hora de guardar, não deixa estragar”, conclui.

Siga nossa página no Facebook

BORRAZÓPOLIS ONLINE - Todos os direitos reservados. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.