sexta-feira, 28 de março de 2014

CARROS - Governo libera carro rebaixado, mas com restrições. Saiba o que pode ou não

Departamento Nacional de Trânsito — Denatran publicou na última quarta-feira (26) uma alteração no artigo 6º da resolução 292/2008. O texto rege as modificações do sistema de suspensão dos automóveis e permite, em teoria, o rebaixamento dos carros sem transgredir as leis vigentes.

As mudanças, porém, possuem restrições e regulamentações específicas.


VEJA A LISTA DAS REGRAS

Até então, era proibido alterar a altura de rodagem do automóvel e o sistema de suspensão original do veículo. Apenas carros equipados de fábrica com suspensão de altura variável estavam autorizados a circular.

Com a mudança, será permitido rebaixar o carro até uma altura máxima de 10 centímetros do solo, medidos a partir do ponto mais baixo do assolho. Se o carro ficar mais próximo do que isso do chão, continuará irregular.

As alterações também limitam o rebaixamento para veículos de até 3.500 kg. Automóveis acima disso, como ônibus e caminhões, continuam proibidos de serem rebaixados ou levantados.

As regras também exigem que as rodas não encostem em nenhuma parte da carroceria, com isso, pneus e rodas não podem "ralar" no para-lama quando estiverem totalmente esterçados.

As novas regras também regulamentam as suspensões a ar, famosas por permitirem alterações drásticas na altura de rodagem do carro — o recurso é item básico nos chamados "Lowriders".

Denatran, porém, não alterou o artigo 8º da mesma resolução. Com isso, alterações no diâmetro no conjunto roda/pneu continuam proibidas ,na prática, o diâmetro total do pneu (medido de uma ponta à outra da banda de rodagem) original do carro deve ser o mesmo para veículos modificados com rodas maiores.

Os carros rebaixados precisarão passar por uma vistoria e terão as alterações registradas em seu documento.

As leis também proíbem a retirada de molas do sistema de suspensão
O mesmo artivo 8º, aliás, dá margem para dupla interpretação da lei. Nele, a modificação das molas fica proibida,com isso, em tese, o rebaixamento seria quase impossível, já que as molas têm papel fundamental no ajuste da altura.

A regulamentação dos carros rebaixados foi feita para permitir a modificação de automóveis (o chamado tuning) ao mesmo tempo em que proíbe modificações em veículos pesados — em especial os caminhões.
[ R7 Notícias ]

Siga nossa página no Facebook

BORRAZÓPOLIS ONLINE - Todos os direitos reservados. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.