quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

SAÚDE - Serviço aeromédico do Estado ganha reforço de um avião UTI e um helicóptero

[ ANP ]
A população paranaense contará com mais duas aeronaves exclusivas para atendimentos na área da saúde. Um novo helicóptero, que ficará baseado em Cascavel, atuando em conjunto com o Samu Oeste para fortalecer a Rede Paraná Urgência na região, e um avião de UTI Móvel, que ficará em Curitiba, à disposição de todas as regiões do Estado. O contrato de prestação de serviços com a empresa vencedora da licitação foi assinado pelo governador Beto Richa nesta quarta-feira (15), em Curitiba. 

“É a modernização e humanização de um serviço essencial para a população, prestado com agilidade e qualidade”, afirmou o governador na solenidade, realizada no hangar da Casa Militar do aeroporto do Bacacheri. Participaram o chefe da Casa Militar do Paraná, coronel Adilson Castilho Casitas, e o prefeito de Cascavel, Edgar Bueno. 

“Cumprimos um compromisso com os paranaenses de instalar bases para resgate aéreo de pessoas em situação de urgência e para transporte de órgãos a serem transplantado. Todos sabemos que para uma pessoa em situação de urgência cada minuto é precioso”, disse Richa. O governador informou que além de Cascavel e Londrina, que foi o primeiro município a receber aeronave para prestar os serviços aeromédico e de segurança pública, outras cidades terão esse serviço para a área da saúde. “Muitas vidas foram preservadas nos últimos três anos com a utilização da frota aérea do Estado”, disse Richa. 


MAIS AGILIDADE - Atualmente, os serviços aeromédicos (transporte de pacientes e órgãos) são realizados pelos três aviões e um helicóptero do Governo do Estado. O governador destacou que cerca de 70% dos deslocamentos destas aeronaves são para o atendimento de situações de emergência na área da saúde. Quando necessário, são utilizados também os quatro helicópteros do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA, antigo Graer). “Colocamos este serviço a disposição dos paranaenses”, acrescentou o governador. As duas aeronaves agora contratadas pelo governo irão reforçar o atendimento. 

O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, disse que o avião está em operação há uma semana e já transportou neste período oito pacientes. O serviço de UTI aérea funcionará 24 horas. “Esse serviço significa a qualificação do sistema de saúde no Paraná, uma assistência com segurança para os pacientes que mais precisam”, afirmou Caputo. 

O secretário lembrou, ainda, que o Samu Oeste, em funcionamento há dois meses em Cascavel, já realizou mais de seis mil atendimentos. “Com o auxílio do helicóptero, vamos dar ainda mais agilidade ao atendimento à população da região”, ressaltou o secretário. 

O prefeito de Cascavel, Edgar Bueno, disse que a instalação da base aérea no município demonstra respeito à população e a preocupação com a qualidade do serviço. “A saúde pública da região Oeste vai melhorar e vamos ter condições de salvar muitas vidas, principalmente em pequenos municípios”, disse o prefeito. 

MAIS QUALIDADE - A empresa que prestará o serviço é a Helisul Táxi Aéreo Ltda. O avião, modelo King Air 200, terá base em Curitiba para fazer o transporte aéreo de pacientes críticos, que necessitem de transferência para centros médicos especializados. O serviço é 24 horas e atenderá todo o Paraná. Se necessário, poderá, inclusive, fazer transferências de pacientes para todo o território nacional e no Mercosul. A aeronave tem capacidade para transportar até duas macas com mais quatro lugares, além de piloto e co-piloto. 

O helicóptero, modelo Esquilo AS 350, operará com o Samu Oeste, em Cascavel, e vai atender um raio de 250 quilômetros em operações diurnas. Abrange as regiões de Cascavel, Foz do Iguaçu, Toledo, Umuarama, Guarapuava, Campo Mourão, Cianorte, Pato Branco e Francisco Beltrão, totalizando 171 municípios. A configuração do helicóptero é para um paciente, médico, enfermeiro e piloto. Os dois serviços irão atender a demanda exclusiva de pacientes cadastrados no serviço público de saúde, gerenciados pela Central Estadual de Regulação. 

Participaram da solenidade de assinatura de contrato com a empresa prestadora do serviço o secretário estadual da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara; o diretor do Detran, Marcos Traad; o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputador Ademar Traiano, e os deputados estaduais Alexandre Curi, André Bueno, Leonaldo Paranhos; o gerente de contratos da Helisul, Edgar Nunes. 

Siga nossa página no Facebook

BORRAZÓPOLIS ONLINE - Todos os direitos reservados. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.