segunda-feira, 18 de novembro de 2013

EVENTO - Confraternização da família Cerqueira

Integrantes da família “Cerqueira” que em 1950 deixaram a Bahia para vir morar em Borrazópolis realizaram um evento denominado: “ 1º encontro da família vó Liquinha e vô Manoel”

A linda história da família “Cerqueira” daria um livro, mas vamos começar a contá-la a partir de 1949, quando o baiano Genésio Gonçalves de Cerqueira e a esposa Belmira Moraes de Cerqueira, decidiram sair da Bahia para tentar uma nova vida no Paraná, e na cidade de Marialva. Genésio é pai do conhecido “Santo Cerqueira”, também de José Aparecido Cerqueira, e outros seis filhos que formaram uma família de pessoas idôneas e muita queridas pela comunidade. Vivendo em Marialva, Genésio, ganhou dinheiro para realizar um sonho, que era buscar a família que tinha ficado na Bahia. Ao buscá-los, foi com uma decisão, ou seja, que todos iriam morar em outra cidade da região, pois em suas andanças Genésio havia se apaixonado pela pequena Catugi, um distrito que ganhou o nome de Borrazópolis, no Vale do Ivaí, cidade também do interior do Paraná. Genésio voltou para Bahia após 1950, e ao chegar a sua terra de origem, contou que no Paraná, tinha encontrado um paraíso, e convenceu a todos, dizendo que o deveriam seguir. Foi assim que ele trouxe para cá os protagonistas da nossa história: seus pais: Maria Guilhermina de Jesus e Manoel Gonçalves Cerqueira, chamados carinhosamente pela família como: “Vó Liquinha e Vô Manoel”. Naquela época, um período difícil e de poucos recursos, foi de “Pau de Arara” que o casal veio para o Paraná, alimentando um sonho de dias melhores. Com “Vó Liquinha e Vô Manoel”, vieram os 12 filhos, seis homens e seis mulheres que vamos aqui nominá-los: Laurindo; João; Ernandes, conhecido como “Nani”; Otávio; Francisco, popularmente chamado de “Louro”, e Genésio, que foi o primeiro personagem citado da nossa história. As filhas mulheres são: Rosa; Isabel, conhecida como “Bezinha”; Bárbara a popular “Bina”; Valentina, a “Liu”; e Roquelina. A História tem fatos curiosos e que hoje são lembrados como obra de Deus. “Um detalhe interessante da nossa família e que dos doze irmãos, apenas dois: Genésio e Laurindo vieram casados da Bahia, os outros 10 vieram solteiros, mas todos se casaram com maridos da Bahia, naquela época não tinha internet, mas por carta, recados e outros contatos, eles se comunicavam com aqueles que ficaram no estado natal. Os Cerqueira foram ficando numerosos em Borrazópolis e hoje temos orgulho de tudo o que aconteceu”, disse Santo Cerqueira, filho de Genésio. Um exemplo é a Roquelina, mãe do atual vereador de Borrazópolis- Rosimar Cerqueira. Ela veio com os pais, e se caso casou com o primo que ficou na Banhia, o hoje considerado pioneiro de Borrazópolis: “Senhorinho Cerqueira”, que também já foi vereador e é primo de Roquelina. “Essa é a primeira festa dos descendentes da “Vó Liquinha e Vô Manoel”, mas pretendemos a cada três anos reunir todos novamente, porque para nós FAMILIA É UMA OBRA DE DEUS”, disse o Vereador “Rosi Cerqueira”. Eles aproveitaram o feriado prolongado de 15 de novembro, de 2013, para fazer o primeiro encontro. Como eram centenas de pessoas parentes vindos em ônibus e carros de cidades como Cascavel, Foz do Iguaçu, Curitiba, Campinas –SP, e até Rondônia, foi preciso alugar o Clube da Cultura, em Borrazópolis. Foram dois dias de festa, apresentações, e comemorações. Nossa reportagem ouviu muitas histórias, e seria impossível narrar todas aqui, mas deu para perceber o quanto esta família é honrada, querida e amada. O gesto deles, em reunir todos para comemorar uma história, serve de exemplo para outras famílias, muitas marcadas pela desunião e tantos fatos lamentáveis. Em Borrazópolis, durante o evento, passaram cerca de 300 pessoas, todas da família Cerqueira. Parabéns a todos e que este seja apenas o começo de uma linda história de amor e dedicação. Para facilitar contatos, a família criou uma comunidade, ou espécie de “Grupo” no facebook, denominado: “Turma da Vó Liquinha!!!”, onde fotos e detalhes sobre a família são postados.
 [ Texto: Ronaldo Alves Senes, o Berimbau ]   Veja MAIS FOTOS

Siga nossa página no Facebook

BORRAZÓPOLIS ONLINE - Todos os direitos reservados. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.