domingo, 23 de junho de 2013

Copa das Confederações - Árbitro recua ao marcar pênalti e interfere em Itália x Brasil

Brasil e Itália fizeram uma partida bastante movimentada na Fonte Nova, neste sábado, pelo encerramento da fase de grupos da Copa das Confederações. Além de Neymar, Mario Balotelli e os outros jogadores, o árbitro uzbeque Ravshan Irmatov acabou sendo um dos protagonistas do confronto, já que erros polêmicos tomaram conta do duelo, que terminou em 4 a 2 para o time da casa. A decisão mais questionada foi quando assinalou pênalti de Luiz Gustavo em Balotelli aos 24min, mas, ao ver que Giorgio Chiellini conseguiu marcar em rebote, deixou de confirmar a penalidade. O autor do gol chegou até a discutir com o juiz achando que havia marcado falta contra a Itália, mas, ao ver que a escolha foi contrária, correu para comemorar.

Os jogadores da Seleção correram em direção a Irmatov após ver que o gol havia sido confirmado. Os brasileiros faziam sinal de que tinham escutado o apito soar e esbravejavam contra o árbitro. O goleiro Júlio César era um dos mais revoltados com a decisão polêmica do árbitro, já que a regra não prevê vantagem em lance de pênalti.
Este não foi o único momento polêmico do jogo. O Brasil abriu o placar aos 46min do primeiro tempo com Dante, que aproveitou rebote de cabeçada de Fred. Entretanto, o zagueiro estava em impedimento no início da jogada. Além disso, os italianos reclamaram que falta convertida por Neymar aos 9min do segundo tempo não teria ocorrido.
[ Terra ]

Siga nossa página no Facebook

BORRAZÓPOLIS ONLINE - Todos os direitos reservados. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.