quinta-feira, 30 de maio de 2013

Governo do Paraná entrega 32 mil tablets para professores do ensino médio

Professores do ensino médio da rede estadual de educação do Paraná estão recebendo tablets que vão ajudar no trabalho em sala de aula. Por meio do Plano de Ação Articulada, a Secretaria de Estado da Educação concluirá essa semana a distribuição de 32 mil aparelhos. Os tablets integram o Programa Sala de Aula Conectada, que vai levar internet sem fio para dentro de todas as salas de aula das escolas estaduais. Além da conexão com a internet, o projeto conta ainda com instalação de lousa e registro de classe digitais. O investimento do Governo do Paraná no Sala de Aula Conectada será de cerca de 62 milhões de reais. A maior parte se destina à adequação da infraestrutura das escolas para instalação da internet sem fio, além da capacitação dos profissionais da educação para uso das novas tecnologias. Os 32 Núcleos Regionais de Educação são responsáveis pela entrega dos tablets aos professores. De acordo com o diretor de Tecnologia Educacional da Secretaria da Educação, Rogério Bufrem Riva, nesta primeira etapa, todos os professores do quadro próprio que trabalham no ensino médio vão receber o aparelho, além de treinamento para a utilização do aparelho. A professora de Química Cláudia Dinorá Seben, do Colégio Estadual Padre Carmelo Perrone, em Cascavel, sempre buscou recursos para que os alunos assimilassem com mais facilidade o conteúdo das aulas. Segundo ela, o quadro negro e o giz já não são mais suficientes para prender a atenção dos alunos. Após a entrega, os professores vão receber capacitação para uso dos tablets. As oficinas serão presenciais e acontecerão com o apoio das Coordenações Regionais de Tecnologias Educacionais, que vão estabelecer um cronograma para cada Núcleo de Educação para atender a demanda. Em 16 escolas estaduais, na capital e no interior os tablets já são usados pelos professores que participam do projeto piloto Registro de Classe Online. A frequência dos alunos, as atividades dos professores e as notas são registradas nos tablets ou nos computadores dos laboratórios da escola, e até mesmo em casa. O sistema atende a uma antiga reivindicação dos professores para facilitar as tarefas. O acesso ao registro de classe online pode ser feito pelo tablet, no computador da escola e até mesmo em casa, ou qualquer local que se tenha acesso à internet. São registrados frequência dos estudantes, conteúdos das aulas, atividades desenvolvidas e avaliações aplicadas e informações referentes às recuperações.
[ ANP - Repórter Juliane Silva ] 

Siga nossa página no Facebook

BORRAZÓPOLIS ONLINE - Todos os direitos reservados. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.