segunda-feira, 29 de abril de 2013

BENEFICIÁRIOS PARTICIPAM DE REUNIÃO NA CÂMARA DE VEREADORES

Uma importante reunião foi realizada na tarde desta quinta-feira, nas dependências da Câmara de Vereadores de Borrazópolis, na oportunidade vários Moradores estiveram participando, além da presença dos Vereadores, Representantes da entidade União por Moradia Popular do Paraná, Prefeito Adilson Lucchetti “Didi”, Vice Prefeito Joel Pereira, o Engenheiro Edson Kuster, Representante da empresa Construtora Ipanema de Apucarana e Secretários Municipais.
A entidade reguladora destas unidades em Borrazópolis, será a união por moradia popular do Estado do Paraná de Curitiba. A entidade está montando uma unidade em Apucarana, para atender todas as construções do Vale do Ivaí. A Representante Maria das Graças, esteve conversando com os moradores, e explicando as medidas que estarão sendo adotadas pela entidade na construção destas moradias, lembrou Maria das Graças.
O Prefeito Adilson Lucchetti “Didi”, foi rápido em seu discurso devido ao compromisso de assinatura do Programa Compra Direta em Ivaiporã, mas destacou aos presentes na reunião, a emoção de ver que este projeto de moradias já está se tornando realidade. E muitas outras serão desenvolvidas no decorrer de sua administração. "Estamos lutando, e este é um compromisso que estamos cumprindo com a nossa população". Afirmou o Prefeito. 

Durante a reunião, os beneficiários das 40 casas populares próximo da APAE, e das 130 casas próximo ao Jardim Belo Horizonte.
O representante da empresa Ipanema Kuster, dentro dos próximos meses as obras deverão ser iniciadas, para que até o início de 2014, estas casas estejam prontas. Em recente entrevista o representante da empresa Ipanema destacou que “No Início eram 94 Casas que seriam construídas com recursos do FGTS, aonde a pessoa iria pagar na faixa de R$280,00 à R$300,00 por mês em 30 anos. Foi relizado um projeto e passado pela Camâra, para que fosse implantado este novo Programa, sendo possível trazer para Borrazópolis. Neste a casa será maior (na faixa de R$47 Mil) com laje, piso cerâmica e outros. Uma casa de qualidade, aonde o beneficiário, irá pagar a mensalidade de R$25,00 à R$80,00 ao mês. E tudo isso através da Caixa Econômica Federal, e do Ministério das Cidades, sendo visto que o município faz a doação do terreno como contrapartida”. Lembrou Kuster.  MAIS
[ Repórter do Vale ]

Siga nossa página no Facebook

BORRAZÓPOLIS ONLINE - Todos os direitos reservados. Tema Simples. Tecnologia do Blogger.